Paisagem doméstica

O copista

O calígrafo afia as penas de sua escrita
para o exercício cotidiano dos grafismos
são velhos livros que lhe servem de modelo
histórias velhas de príncipes batalhas e desditas
mouros e cristãos trucidam-se com zelo
Artur Genebra Lancelot e o puro Galaaz em seus abismos
nas cópias enredadas de traçados
as letras e os sentidos estão em liça
confundem-se os heróis do imediato
com o jogo de paciência do calígrafo
os riscos de contornos mais que finos
desenham o sonho louco de um califa