Novos poemas

Permanência

Passado a limpo
o tempo resta
com duas datas
a da chegada
e a da partida
todos os outros dias
pertencem à felicidade
de estar entre elas
como a própria vida