Novos poemas

Pangloss revisitado

Não há bem
que tão longo
dure
não há mal
que o tempo
não cure