Novos poemas

Dedo de moça

Dedo de moça
Beijo pimenta
Lábios de mel
Mole polenta

Dedo de moça
Onde é refresco
Se for no dos outros
é direito e avesso

Dedo de moça
Que ardido mais doce
Metido na boca
Como se fosse

Que ardido mais doce