Novos poemas

Fogão de lenha

Nem de um lado
nem de outro
no meio
a confusão
de quem puxava
a sardinha
para a própria
brasa
mas quando chegava
com o milho
era só carvão