Novos poemas

Convivência

Sempre que discutiam
— e discutiam sempre —,
acabavam,
por mania de velhos solitários,
que vivem há muito tempo juntos,
discordando no mesmo
ponto da concórdia:
— Foi você quem começou!