Novos poemas

Jornada sentimental

Sendo a beleza promessa de felicidade
e a certeza prometido engano
não há tampouco desilusão que não padeça
do mal de durar descontinuadamente
sempre
como o luar se alterna e permanece na viagem
que da janela do trem
refletido
contempla as árvores que piscam na intermitência da luz
e zombeteiro sonda o encantamento
do menino que desce a serra para conhecer o mar