Novos poemas

Figuração do tempo

Deitada na rede
a imagem presente
depõe no repouso
o passado e o ausente