Novos poemas

Meio a meio

Acordou, de manhã, de bem com a vida!
À noite, agradeceu por não ter acontecido
nada
que preenchesse o vazio desse sentimento.