Novos poemas

Fantasminha camarada

O amor chegou
como quem nada
ficou como
quer tudo
foi-se como
quê susto!