Pisca-alerta

Eppur, si muove revisitado

Quando ouço a palavra cultura
saco meu revólver
dizia o execrando Goebbels
ministro nazista do execrável Hitler.
Jerry
personagem de Jack Palance como produtor de cinema
no filme O Desprezo de Jean-Luc Godard
em 1963 baseado no livro
O Desprezo de Alberto Moravia
Jack Palance ao pagar o roteirista Paul vivido
por Michel Piccoli na frente de nada menos que
Fritz Lang dirigindo
a filmagem de uma improvável Odisséia
em Capri, no sul da Itália, no mediterrâneo
com nada mais que Brigitte Bardot - Camille
a dona do desprezo que dá nome ao filme -
exuberante e bela como só a nouvelle vague pode inventá-la a ser,
Jerry que dirige a si mesmo e Camille para a morte
diz antes que Bárbara Krueger o fizesse em
1985
nos Estados Unidos:
Quando ouço a palavra cultura saco
meu talão de cheques.
Tomara que ao ouvir cultura
hoje
não saquemos nada
mas saquemos tudo
do que foi sacado.