Mascarada

Faz de conta

O poeta cigarreiro
quando chegam violentas as águas curtas
de setembro
lembram a coleção de maços vazios
nos bolsos das calças turvas
dobrados como dinheiro