Geração

Samba-enredo

O centro da linguagem: só tocaias
em torno atores máscaras esperas

a águia do paraíso ao chegar em Haia
para fazer gozar a raça o seu momento histórico
chupa depressa os ovos do pavão retórico
enquanto a massa na avenida aqui nos trópicos
rebola a língua em maxixes públicos de etcéteras